Como pôr o seu inglês no piloto automático

Você costuma dizer que nunca acha tempo para fazer o que gosta? Que acha chato ter que executar algumas tarefas porque elas tomam muito tempo? Pois é, eu também achava isso até descobrir que eu posso fazê-las automaticamente, se elas estiverem associadas aos nossos hábitos. Neste vídeo abaixo, o Eduardo Aguiar, do Inglês na Cabeça, explica que é possível entrar no piloto automático quando o aprendizado do inglês estiver associado às atividades do seu dia-a-dia.

Como diz o ditado: o hábito faz o monge. Muitas vezes temos dificuldade para incorporar novos hábitos na nossa vida que poderiam mudá-la para melhor. Quem nunca se programou para acordar cedo para ir correr na praia ou se desfazer das roupas velhas do armário? 

Pois bem, muitas dessas atividades requerem o mínimo da sua concentração, o que daria perfeitamente para você associá-la a uma outra atividade que exija um pouco mais de atenção. Associar duas atividades diferentes, uma mecânica e outra de seu interesse, não somente vai lhe trazer a concentração necessária para realizá-las como também vai diminuir a sensação ruim da atividade mecânica.

Por exemplo, você já pensou em ouvir música enquanto lava a louça ou até mesmo pegar seu fone de ouvido para ouvir aquele podcast enquanto você cuida da casa? 

Aliás, o Eduardo é a prova de que isso realmente funciona. Ele costumava achar uma perda de tempo limpar a casa vez ou outra. Hoje em dia, para entrar no clima de limpeza, ele se concentra nos áudios do curso de filosofia. Acho que ele já não conseguiria mais separar essas duas atividades, porque ele precisa pôr os fones de ouvido para entrar no piloto automático.

Assim como explicamos no Passo 2 do nosso Programa Como Cruzar a Ponte, o mesmo pode acontecer com os áudios do seu livro de inglês, se eles estiverem incluídos na sua playlist diária. Você não precisaria de tempo exclusivo para eles e poderia perfeitamente ouví-los enquanto toma seu banho ou seu café da manhã sozinho, lava a sua louça, dirige até o seu trabalho, limpa a sua casa ou faz as suas compras. 

Percebe agora o quanto essas tarefas corriqueiras, que antes tomavam muito do seu tempo, podem ser perfeitamente associadas a uma outra bem mais agradável? 

Assim, ao associar as duas atividades, você tanto consegue colocar suas tarefas domésticas quanto seus estudos de inglês em dia. Bastaria algumas poucas horas por semana para você logo perceber a diferença no seu dia-a-dia.

Do contrário, você não estaria fazendo o que gosta e provavelmente continuaria nessa procrastinação, não é mesmo?

E o pior, estaria alegando falta de tempo para tudo, até mesmo para fazer as atividades mais agradáveis. 

Então, o que mais está faltando para você começar a aplicar o Passo 2?

Abraços,

Anna Priscilla

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *