Como entender tudo que é falado em inglês

Uma vez, no primeiro dia de aula, um aluno me disse o motivo pelo qual ele decidiu estudar inglês. Naquela época, eu dava aula em um curso de idiomas e ele começou, do zero, em uma turma de adultos. Ele me contou que tinha cinquenta e poucos anos e estava muito incomodado com o fato de não entender nada de inglês. Ele tinha feito uma viagem com a mulher aos Estados Unidos e não conseguiu entender uma palavra sequer do que as pessoas falavam no país. E que ele aproveitaria muito mais da viagem, se as pessoas de lá entendessem o português.

Essa história ficou martelando na minha cabeça por algum tempo. Afinal, o que fez com que ele criasse a expectativa errada sobre entender inglês e ser compreendido em português em outro país? Daí veio a curiosidade de perguntá-lo mais sobre isso e eis o que eu descobri: a única referência que ele tinha sobre viagens era através das novelas (acho que você sabe bem de qual canal rs). Nelas, as personagens viajam pelo mundo sem precisar se comunicar em inglês. Entretanto, isso é uma tremenda falha de enredo, porque não é o que acontece na realidade. 

Se eu vou visitar um país que fala outro idioma, seja ele qual for, eu não posso esperar que todos entendam português, nem mesmo o inglês em todas as situações. E isso não me desobriga de saber minimamente alguma coisa do outro idioma, para que possa me expressar ou saber responder alguma pergunta.

Então, pensando nessa situação que meu aluno me contou, eu vou logo dar uma notícia boa e outra ruim para você. Vou dar a notícia ruim primeiro: você nunca vai entender tudo que você ouve em inglês. 

É importante que você se acostume com a situação de nunca entender tudo. Você vai ouvir alguma coisa e parte do que você ouviu vai se perder. E isso é natural. Então, se você consegue conviver com esse incômodo, você vai se desenvolver muito no inglês.

Agora, a boa notícia: dentro do nosso ambiente de estudo, nós temos a ênfase no inglês padrão americano. A tendência aqui é você entender o inglês americano tão claramente quanto o português. Isso acontece, porque temos uma maior exposição a esse padrão também, tamanha a variedade de filmes, séries, noticiários e música que temos à disposição.

Se você for considerar a má notícia de que “você nunca vai entender tudo”, isso é mesmo a realidade, porque nem mesmo em português, que é sua língua materna, você consegue entender tudo. Por exemplo: se você, que é aqui do Brasil, vai para a Ilha da Madeira, duvido que você entenda tudo, mesmo sendo o mesmo idioma. São palavras, expressões completamente diferentes das daqui do Brasil.

Considerando o fato da Ilha da Madeira e outros países de língua portuguesa, a gente já tem essa questão de nem sempre entender tudo. No inglês, também é a mesma coisa. É melhor se acostumar com essa situação. A dica é você não se prender à vontade natural de querer entender todas as palavras que você escuta em inglês. Isso é o capiroto tentando te matar rs. O importante é você saber pinçar elementos-chave da conversa para que você enxergue sentido. 

Essa é a técnica por trás de um áudio do seu livro que não tem referência de texto. Ele é propositalmente acima do nível de compreensão que você está. É em função de exercícios de escuta como esses que você vai estar mais preparado para o mundo real. 

Moral da história: no seu desenvolvimento na vida, você vai “não entendendo” cada vez menos. Se você se acostumar com o fato de que você não vai entender tudo sempre, você vai ter paz no coração para se desenvolver no inglês para o resto da vida. E você vai precisar dessa paz, porque ninguém nunca chega lá. Ou você consegue entender tudo o que todos os falantes da língua portuguesa falam?

O seu desafio é vencer esse desconforto por não entender 100%. É uma batalha contra um oponente que derruba 95% dos brasileiros. Se você já esteve frente a frente com esse inimigo e não soube vencê-lo, já pode se alegrar! Porque aplicando perseverantemente os Passos 1 e 2 do nosso Programa Como Cruzar a Ponte, você conseguirá derrotá-lo, tal como foi com o Eduardo!

No vídeo abaixo, Eduardo, do Inglês na cabeça, explica como entender tudo que é falado em inglês em um treinamento exclusivo.

Abraços

Anna Priscilla

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *